Você está aqui

Em meio à crise, ministro pede demissão e governo Temer tem mais uma baixa

Segunda demissão na pasta em um mês

O governo do presidente Michel Temer (PMDB) sofreu mais uma baixa nesta sexta-feira (16). Desta vez quem pediu demissão foi o ministro interino da Cultura, João Batista de Andrade (PPS), por meio de carta.

Ele já ocupava a função de forma interina justamente porque no mês passado o então titular da pasta, Roberto Freire, pediu para sair do cargo depois de Temer ser acusado de receber propina do grupo JBS.

Batista informou na carta que não tem interesse em ser efetivado no Ministério da Cultura, contudo está disposto a contribuir com a transição de comando. Antes de ser interino, ele era secretário-executivo de Freire.

Nos bastidores, sua saída era dada como certa, porém Temer é quem iria demiti-lo em reação contra o PPS, ao devido ao fato de Freire ter cobrado renúncia do presidente após delação premiada de Joesley Batista, além de ter pedido demissão em meio à crise causada pela denúncia. (Com informações da Folha de São Paulo)

Tópicos