Você está aqui

Deputado, irmão de Marquinhos pede rigor na prevenção e repressão de erros

Publicou reflexões sobre a taxa do lixo no Facebook

O deputado federal e irmão do prefeito Marquinhos Trad (PSD), Fábio Trad (PSD), sugeriu que o Executivo tome providências rigorosas para reparar e evitar novos erros como ocorreu com o cálculo equivocado da taxa do lixo embutida no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) 2018.

Em postagem no Facebook, o político também elogiou a atitude do irmão ao revogar a cobrança indevida, o chamando de humilde e sensato. “Diagnosticada a causa do problema, Marquinhos deve tomar providências urgentes e rigorosas para prevenir e reprimir este erro”, disse o parlamentar na rede social.

Ele elencou outras observações sobre o polêmico assunto e avaliou que “a soberba é péssima companhia do Poder”. Pontuou que as críticas recebidas após todo o impasse envolvendo a taxa do lixo devem ser absorvidas por toda a equipe do governo e finalizou, “governar é saber escolher”.

​Situação: depois de admitir erro no cálculo, Marquinhos, que está de férias, determinou que a cobrança fosse revogada. Para isso, será necessária nova votação da Câmara Municipal que convocará sessão extraordinária, já que está em recesso parlamentar.

O prefeito tem que sancionar e, oficialmente extinto, o valor será abatido do IPTU 2019 ou devolvido ao contribuinte em conta corrente, cabe a quem pagou definir o que prefere. Os detalhes sobre a forma em que ocorrerá o ressarcimento ainda estão sendo definidos.

 O cidadão que não havia quitado o débito tem agora até o dia 23 de fevereiro para pagar o imposto com valor já corrigido e com 20% de desconto se não parcelar. Novos boletos serão enviados às residências.

Tópicos