Você está aqui

Explosão em frente a estação de metrô em Estocolmo deixa um morto

Não há indícios de um atentado terrorista

Um homem morreu e uma mulher ficou levemente ferida neste domingo após a explosão de um objeto que o primeiro recolheu do solo em frente a uma estação de metrô de Varby Gard, nos arredores de Estocolmo, informou a polícia sueca.

A polícia descartou a princípio que o ataque tenha sido dirigido contra essas duas pessoas.

Por sua vez, fontes das forças de segurança citadas por veículos de imprensa locais apontaram que não há indícios de que a explosão tenha se tratado de um atentado terrorista.

Segundo o jornal "Aftonbladet", o objeto que explodiu era uma granada de mão, detalhe ainda não foi confirmado oficialmente.

As forças de segurança isolaram a estação e a praça na qual se encontra, enquanto peritos investigaram o incidente, explicou a polícia em um comunicado.

O homem, de 60 anos, tinha sido levado ao hospital gravemente ferido e a mulher, de 45 anos, apresentava lesões leves.

Sven-Erik Olsson, porta-voz do polícia citado pela agência de notícias sueca "TT", apontou que ainda é cedo para determinar o material explosivo e sua potência.

"Foi forte o suficiente para levar o casal ao hospital", apontou Olsson.

Tópicos