Você está aqui

Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro

O Natal é uma data simbólica; ninguém sabe quando Cristo nasceu

Durante os 300 primeiros anos do cristianismo, seus seguidores não comemoraram o nascimento de Jesus. Para eles, isso não fazia o menor sentido. O importante era celebrar sua morte, que fez dele um mártir, e sua ressurreição, que confirmava a condição de filho de Deus. Foi só a partir do século 4, quando a religião já era a oficial do Império Romano, que começaram as discussões sobre quando o Messias teria vindo ao mundo. A data escolhida, 25 de dezembro, não tinha base em fatos reais. Mas já era velha conhecida da humanidade, desde os primórdios da civilização.

Vários povos antigos do hemisfério norte celebravam, no fim de dezembro, o solstício de inverno (noite mais longa do ano). A partir daquela data, o Sol começava a ficar cada vez mais tempo no céu. Eles comemoravam, portanto, o “renascimento” do astro que nos garante luz e calor. Era o pretexto necessário para comilanças homéricas, que duravam dias e homenageavam deuses ligados à fertilidade. Os babilônios faziam festa para o deus Sol. Os persas, para Mithra. Os egípcios, para Osíris. Os gregos, para Dionísio. E os romanos se esbaldavam nas saturnais, festanças em homenagem ao nascimento do deus Saturno. “Para não entrar em conflito com todas essas tradições milenares, a Igreja decidiu fixar a celebração do nascimento de Jesus na mesma época do ano, fim de dezembro”, explica Gabriele Cornelli, professor de filosofia antiga da Universidade de Brasília (UnB).

Mas, se o dia 25 de dezembro é apenas simbólico, quando foi que Jesus Cristo nasceu? Não se sabe. Os arqueólogos nunca encontraram evidências que apontem para uma data exata. A única pista vem dos evangelhos e sugere que não foi no marco zero da era cristã. “Podemos dizer que Cristo nasceu antes de Cristo”, diz o padre Manuel Hurtado, doutor em teologia e professor da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia de Belo Horizonte (MG). Segundo a Bíblia, o nascimento de Jesus aconteceu na mesma época de um recenseamento ordenado pelo rei Herodes, que morreu no ano 4 a.C. Por isso, a maioria dos historiadores acredita que o filho de Deus tenha nascido entre 4 a.C. e 6 a.C.

Tópicos