Você está aqui

Espalhados pela cidade, tem teatro e oficinas gratuitas no 'Boca de Cena'

Mostra segue até o dia 27, em diversos palcos da cidade

.

Marque na sua agenda: de 22 a 27 de maio, a ‘Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro e Circo – Boca de Cena’, surge mais uma vez no calendário sul-mato-grossense com teatro, oficinas, seminários e vivências teatrais da melhor qualidade. E nos seis dias dedicado às artes do tablado, toda a programação oferecida será 100% gratuita.

Ao todo, são dezesseis apresentações teatrais gratuitas, das quais sete são de companhias de Mato Grosso do Sul: ‘Os Corcundas’, do Circo do Mato Grupo de Artes Cênicas (Campo Grande); ‘Os Guardiões’, do Teatral Grupo de Risco (Campo Grande); ‘Os malefícios do tabaco’, do Grupo Identidade Teatral (Campo Grande); ‘Quem matou o morto?’, da Cia. Theastai de Artes Cênicas (Dourados); ‘Lápide inconclusa em quarta-feira de cinzas’, da Associação Cultural Fulano di Tal (Campo Grande); ‘O santo e a porca’, do Grupo Arte Viva (Jardim); e ‘Os três porquinhos e o lobo mau’, da Cia Teatral Corpo Cênico (Nova Andradina).

Além destes espetáculos, ‘Judith e Sua Sombra de Menino’ (Dourados) entra na programação como convidado. A montagem destaca-se devido à trilha sonora original, executada ao vivo, e pela utilização de elementos do teatro de máscaras, de sombras e de bonecos. De outros estados, a programação traz os espetáculos ‘Super Tosco’, do Grupo Rosa dos Ventos (Presidente Prudente - SP); ‘Velhos caem do céu como canivete’, da Pequena Companhia de Teatro (São Luiz - MA) e a peça ‘Chiflete em Banda’ da Haravicus Compañia de Teatro (Mendoza – Argentina).

 

 

Oficinas e homenagens

Além das apresentações, algumas companhias também realizam oficinas de vivências teatrais em diversos espaços da cidade. Nelas, o objetivo é compartilhar experiências e outras visões sobres os espetáculos, nos quais os próprios diretores explicam e promovem debate sobre os processos criativos e de produção. As vagas são limitadas e os interessados devem mandar e-mail para fcms_teatro@yahoo.com.br relatando experiências na área e explicar o motivo de fazer a oficina. Dúvidas sobre o prazo de envio das inscrições devem ser tiradas pelo telefone (67) 3316-9110.

A programação também contemplará homenagens aos baluartes do teatro sul-mato-grossense, dentre eles Expedito Di Montebranco – criador do ‘Grupo Teatral Palco – Sociedade Dramática’, o diretor Edilton Ramos, responsável por um dos mais aclamados e longevos espetáculos teatrais de Mato Grosso do Sul, ‘A Paixão de Cristo’; e Tabajara Duarte da Silva.

Serviço - Confira clicando AQUI a programação completa do ‘Boca de Cena’. Todas as apresentações são gratuitas. Outras informações pelo telefone (67) 3316-9173.

Tópicos