Você está aqui

Pecuarista leva multa de R$ 10,5 mil por desmatar área em Bonito

Ele também terá que apresentar um plano de recuperação da área

Um pecuarista de 79 anos foi multado em R$ 10,5 mil acusado de desmatamento ilegal em área rural de Bonito, cidade distante 297 quilômetros de Campo Grande. Ele também foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um plano de recuperação da área degradada e alterada (PRADA)

O flagrante foi feito na tarde de ontem (12), pela PMA (Polícia Militar Ambiental), durante fiscalização em propriedades rurais do município. No local, os policiais constataram a supressão vegetal em matas nativas.

A área desmatada é de 35 hectares, medido em GPS. Segundo a PMA, o desmatamento foi realizado sem autorização ambiental do órgão competente e no local já existia pastagem, o que indica que a supressão foi feita há algum tempo. Também foram encontrada parte da madeira das árvores derrubadas em meio ao pasto.

Ainda de acordo com a PMA, no momento da vistoria havia apenas um funcionário da fazenda. O pecuarista, que reside em Maracaju, foi contactado e informou que comprou a propriedade há quatro meses e acusou o proprietário anterior de ter feito o desmatamento ilegal.

Ele foi autuado administrativamente e multado em R$ 10,5 mil. A PMA interditou as atividades e o autuado também responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de detenção de seis meses a um ano.

Tópicos